17 de mai de 2017

Invocação






Essa noite eu desci
seu colo, quente
- na verdade
escorreguei -
suas mãos macias,
leves...

escuro em volta
(a luz estava em nós)

Meu peito em você
te sentindo quente,
eu estava grudado
e rodávamos
ventando suavemente..

estávamos em uma nuvem qualquer..
dançávamos voando
mergulhados na escuridão

frio lá fora
e você com o calor dos anjos

Guarda,
não quero alma!
Boca língua palma
Preciso te ver!

Guarda essa alma!
Ela já me encantou...

Guarda essa calma!
Esconde esse pejo!

Obedece!
Boca língua palma...

Não me pede calma!
Deixa-me te levar,
raptar surrupiar trancar

Acredita.
Eu não minto.

Cumpre essas promessas
remetidas, arremetidas
por essa boca

Vem. Acredita.
Eu não minto.

Guarda essa alma,
dispa-se sem pressa

Guarda essa alma,
peito perna boca língua

Alma? Que alma?

Por favor, não fala!
Tua voz me perde...
Não me confunde Inferno!

Vem me ver sem alma
sem calma, obedece!
(imagem Lovers #34 por Thomas J.Vilot)