12 de ago de 2017

vermelho




O espelho nunca reflete direito o cataclismo que é esse buraco na alma, sumidouro de estrelas que se espalha em flores de bolor nas paredes úmidas. Ontem pensei em cortar os cabelos, mudar a cor do esmalte, do batom,emagrecer, engordar, comer ou jejuar. Mudei de ideia e dividi beijos mortos para selar as frinchas desse umbral mas a voragem rugiu árida. Outra estrela apagou-se com a aurora. Deixei que riscasse a pele das coxas. tatuagem vermelha, feitiço fugaz.



Imagem : ©2010-2017 Sum1Good